Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Hoje

Dia de Hoje

23
Abr22

Comentário 251

Zé Onofre

                    251 

 

022/04/22

Sobre Sem título, por Fátima Ribeiro,    sussurrosdaminhaalma.blogs.sapo.pt  Foto na publicação.

 

Entre o céu e a terra,

Por entre o azul e o cinzento

Que o vento arrasta,

Os sonhos espreitam,

Qual sol doirado,

À procura de quem os aprecie.

 

Deitado ao acaso numa cama verde,

Descansando dos passos dados

Por veredas tantas vezes caminhadas,

De sentidos fechados

Abandonado completamente o mundo

Deixo-me levar.

 

Quem me eleva assim

Por entre o cinzento,

Por entre o azul

Como balão insuflado

De ar quente?

  Zé Onofre

13
Fev22

Dia de hoje 26

Zé Onofre
26




022/02/13




Aquele homem madrugou.

‘inda o sol não espreitava na varanda das colinas,

Já ele marcava a terra arada com as suas pegadas.

O braço direito,
Agitava-se com a aragem húmida do amanhecer.

Dos seus dedos soltava-se uma poalha,

Uma ligeira sombra contra a luz que se aproximava.




Bem cedo se ergueu aquele homem.

Quem de longe o vê,

Misterioso,

Caminhar na terra lavrada,

A esbracejar contra o infinito,

Ao lusco-fusco do amanhecer

Apenas pode imaginar   

Que faz ali o homem antes do sol raiar

Por entre o gradeamento colorido,

Lá do alto das varandas das colinas.

Lança sementes à terra?

Lança sonhos ao infinito?

Lança ilusões ao sol, finalmente, nascente?

Seja que semente for,

Que a seara multiplique os seus desejos,

Que o sol tardio veio espreitar.

Zé Onofre

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub