Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Hoje

Dia de Hoje

10
Set22

Dia de hoje 61

Zé Onofre

              61

08.09.22

 

Juro,

Que desde que penso

Pelo meu pensar,

Nunca acreditei

Numa vida

Depois da morte.

 

Juro

Que nunca acreditei.

Agora sou a prova viva

Que há vida

Para além da morte.

 

Juro

Que nunca acreditei.

Olhava a morte

Como só uma.

Eterna e irremediável.

 

Juro

Que nunca acreditei.

Sou a prova que numa só vida

Há mil vidas

E mil mortes.

 

Juro

Que nunca acreditei.

Sei apenas que por cada morte vivida

Reencarnei noutra vida

Em que os sonhos são sonhados para morrer.

 

Juro

Que nunca acreditei.

Continuo

Simplesmente à espera da morte.

Irremediável, eterna azul.

07
Ago22

Comentário 289

Zé Onofre

                  289  

 

022/08/07

 

Sobre, MORREM OS INOCENTES... Manuel NunesFrancisco, 05.08.22, francisfotopoesiaeimagem.blogs.sapo.pt

 

Olhando o campo, no final de cada guerra,

Há montes de carne espalhada pelo chão.

Os Senhores ficaram mais donos da Terra.

O povo, esse, morrerá soldado ou sem pão.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub