Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Hoje

Dia de Hoje

18
Fev22

Dia de hoje 27

Zé Onofre

               27

 

022/02/16

 

 

Hoje subi à varanda do meu quarto.

Lá, do alto da casa

Largo a grade onde me debruçara,

Elevo os olhos ao céu cinzento,

Avaro da sua água

Que o sequioso Tâmega

Bem agradeceria.

 

Hoje subi à varanda do meu quarto.

Lá, do alto da casa,

Elevo os olhos ao cinzento.

Entre este cinzento

E o verde dos campos

(Onde ainda ontem bois mansos

Puxavam velhos arados

Com um homem cansado à rabeta

Lavravam a terra)

Avisto asas indefinidas

Que se confundem com o manto cinzento

Bordado de azul fugidio.

 

Hoje subi à varanda do meu quarto.

Lá do alto da casa,

De novo debruçado nas grades,

Vejo plantadas, no verde tapete dos campos,

Algumas casas.

Umas  florescidas do telha-vivo,

Ao telha-velho enverrugado de verde.

 

Hoje subi à varanda do meu quarto.

Lá, do alto da casa,

Debruçado nas grades

Entre os vários tons das flores-telha,

Uma destoa espreitando

Por entre as folhas sempre verdes

De uma árvore centenária.

 

Hoje subi à varanda do meu quarto.

Lá, do alto da casa,

Debruçado nas grades

Os ouvidos prendem-se

Às histórias do meu quase centenário primo.

Contava das longas noites de Inverno.

Então os seus olhos azuis-límpidos

Aguavam por de trás das lentes

Enquanto sorriam  também

Com a visão do pai Quim e da mãe Rita

Sentados à lareira, mais a tia Adelaide,

E mais tarde o ti' Zé Alfaiate.

Entrava mudo, saía calado

Sempre com a beata colada no canto da boca.

Neste ponto, quando os olhos

Ameaçavam desaguar rosto abaixo,

Recolhia a água às suas fontes

E os olhos estrelhejavam ao falar de um miúdo

Que afoitamente subia aquela árvore,

Já então mais alta que a casa.

 

Lá em cima, no alto da casa,

Debruçado nas grades

Da varanda do meu quarto onde subi

Penso ter visto, na alegria sorridente

Do miúdo no alto da árvore,

Uma amostra da Felicidade.

    Zé Onofre

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub