Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dia de Hoje

Dia de Hoje

25
Jul22

comentário 283

Zé Onofre

                  283  

 

022/07/24

 

Sobre, Entre Nós, Sandra, 03.07.22,  cronicassilabasasolta.blogs.sapo.pt.

 

 

 

Era noite.

Para além das vidraças,

Um firmamento pontilhado

De pequenas lanternas.

Ao longe ouviam-se os últimos passos

Dos últimos notívagos

Que alegres, ou tristes, regressavam ao ninho.

Era então que as pequenas lucernas de azeite,

Que pontilhavam o firmamento,

Derramavam com leveza

Pequenos pingos de luz

Que encerava o verde da natureza.

Com frescura os poetas,

Extraíam dos aromas das flores silvestres,

As mais genuínas palavras

Escritas com ternura

E com suavidade as enviavam à origem.

  

Lá para o fim do arvoredo,

No fim da noite

Havia um terno calor que irradiava

De dois corpos.

Esquecidos da Terra e do firmamento,

Viviam num momento a eternidade

De uma vida plena.

Como se “Para tão longo amor  

Fosse tão curto o tempo”.

Ou se o tempo tivesse ficado sem tempo.

Zé onofre

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub